Ainda em São Miguel, o Cantinho do Cais

302

Mais um conselho do Marco Raposo no meu último dia em São Miguel.
Era meio-dia e no sítio onde estava não havia nenhum restaurante recomendado. Vai daí, atravessei Ilha para ir ao Cantinho do Cais!
Não fica num cantinho, nem sequer perto do cais. Fica à beira da estrada! É um restaurante simples sem pretensões onde se come boa comida.
Como ia cheio de fome e com a mania das pressas, nem olhei para o menu escrito num quadro junto ao balcão, e pus-me logo a mandar vir comida antes que alguém me passasse à frente. ? Veio uma sopa de peixe como entrada e um polvo assado com batatas para a saída!
Estava eu a comer o meu caldo de  peixe com peixe e umas massas estrelinhas. Quando olho à minha volta e vejo que estava toda a gente a comer uma coisa que depois fui informado, se chamava Molho de Peixe. Outra sopa, só que esta é assim, uma espécie de caldeirada de peixe com batatas e umas sopinhas de pão no fundo do prato. Fiquei-me a babar, mas já ia tarde para alterar o pedido. O molho de peixe tinha ótimo aspeto, mas houve ali uma coisa que eu não achei grande piada, estava toda a gente de volta das espinhas do dito peixe. Como eu sou muito esquisito e não gosto muito de espinhas acho que fiz melhor em comer o polvo que estava divinal! Este polvo é assado no forno com batatas e vinho cheiro. Tenrinho e saboroso! Adorei!!!
Desta vez comi sobremesa, umas queijadas de queijo, porque pelo que percebi também têm queijadas de caramelo e provavelmente de outras coisas! Adorei tudo! Pena que era o último dia para mais experiências gastronómicas!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Like
Fechar
© Desenvolvido por Armazém 3. Desenhado por Grafe Publicidade Copyright 2023. All rights reserved.
Fechar