Versátil na forma de ser consumido e de sabor singular, a beterraba não é propriamente adorada por todos mas os seus benefícios para a saúde já o tornou um dos alimentos mais utilizado nas dietas saudáveis.

De nome científico Beta Vulgaris, a beterraba foi cultivada pela primeira vez pelos romanos. O valor da beterraba cresceu no século XIX, quando se descobriu que esta era uma fonte concentrada de açúcar. Quando o acesso à cana-de-açúcar foi restringido pelos ingleses, Napoleão decretou que a beterraba devia ser usada como a principal fonte de açúcar, catalisando a sua popularidade.

Embora só agora comece a aparecer mais regularmente nos pratos portugueses, hoje em dia, é cada vez mais usual utilizá-la em sumos naturais e outras bebidas, principalmente devido à sua riqueza de nutrientes. O consumo de beterraba traz inúmeras vantagens para a saúde e promove o bom funcionamento do nosso organismo:

O consumo de beterraba protege o sistema nervoso, desintoxica o fígado e fortalece o sistema imunitário.
O consumo de beterraba protege o sistema nervoso, desintoxica o fígado e fortalece o sistema imunitário.
  • Melhora a função cerebral, pois é rica em antioxidantes tem um efeito positivo sobre o cérebro, uma vez que ajuda a aumentar o fluxo sanguíneo para este órgão vital.
  • Previne o cancro com a sua combinação única de moléculas antioxidantes e anti-inflamatórias ajuda a reduzir o risco de muitos tipos de cancro como o do cólon, pulmão, estômago, da mama, da próstata e dos testículos.
  • Controla a pressão arterial, devido ao seu alto teor de nitrato. Quando o nosso corpo o converte em óxido nítrico, ajuda a aumentar as artérias e a pressão arterial ficar mais baixa, logo reduzindo também o risco de acidente vascular cerebral.
  • Previne o envelhecimento precoce porque contém elevados níveis de vitamina C, que é um potente antioxidante que evita o envelhecimento das células.
  • Melhora a resistência nos exercícios quando consumida cozida ou sem sumos, pois reduz a utilização de oxigénio pelos músculos, deixando-o menos cansado.
  • Estimula no perda de peso, uma vez que estimula os nervos no intestino, bem como ajuda o seu organismo a digerir os alimentos..
  • Ajuda a saúde sexual devido à sua alta concentração de boro, um mineral diretamente relacionado com a produção de hormónio sexual em homens e mulheres.
  • Reduz o colesterol, uma vez que ajuda na redução do nível de lipoproteína de baixa densidade (LDL), ou seja, o mau colesterol. Os carotenoides e flavonoides ajudam a prevenir a formação do mesmo.
  • Fortalece os ossos porque contém sílica, que ajuda o corpo a utilizar o cálcio corretamente. É também rica em outros nutrientes, como ácido fólico, vitamina C, manganês, magnésio e cobre, que são fundamentais para fortalecimento dos ossos.
  • Previne a anemia, porque além de ser rica em ferro ajuda na absorção do mesmo, estimulando uma boa circulação do sangue e na capacidade de oxigénio que as células vermelhas podem transportar.

Doce e suculenta, temos por tendência só consumir a sua raiz que é onde estão concentrados os seus nutrientes, mas tenha e consideração que as folhas da beterraba também são muito nutritivas e devem ser utilizadas em sopas e saladas. As folhas têm um sabor amargo e a raiz é bastante doce.

Na hora de escolher:

  • Pode conservar a beterraba até 15 dias se a colocar num saco de plástico perfurado, no frigorífico. Se já estiver descascada, ou mesmo ralada, só deve guardar até 3 ou 4 dias. Se comprar beterraba já cozida, respeite os prazos indicados na embalagem.
    Pode conservar a beterraba até 15 dias se a colocar num saco de plástico perfurado, no frigorífico. Se já estiver descascada, ou mesmo ralada, só deve guardar até 3 ou 4 dias. Se comprar beterraba já cozida, respeite os prazos indicados na embalagem.

    Tenha em atenção tanto o tamanho como a cor da raíz.

  • Escolha as mais pequenas, ou médias, pois são mais tenras e fáceis de cozinhar.
  • A casca deve ser uniforme, lisa e firme ao toque.

Para servir:

  • A beterraba pode ser consumida crua ou cozida, fria ou quente.
  • Muito versátil, pode ser usada em sumos, sopas, saladas, grelhados, assados, cozidos e estufados.
  • Cozida e servida em rodelas com um fio de azeite são uma excelente decoração e ricas em sabor, mas pode simplesmente passá-la e fazer um sumo detox, cheio em nutrientes.
  • Pode ser utilizada em doces, tapiocas e risotos, ou simplesmente ralada como a cenoura para salada.
  • Aproveite a cor rica do tubérculo e utilize-o também para criar molhos coloridos e saborosos.

Em Portugal, a produção de beterraba foi interrompida em 2008 mas há planos, a médio prazo, para retomar essa produção, sendo que a Associação Nacional dos Produtores de Beterraba está a fazer ensaios para testar novas e mais produtivas variedades.