Restaurante o Trinc’aqui na Chamusca

209

A Vila da Chamusca parou no tempo há muitos anos! A fábrica do Tomate SPALIL, a primeira fábrica de tomate em Portugal, fruto da visão dos agricultores Chamusquenses que em 1938 fundaram esta fábrica numa parceria com os italianos que trouxeram a tecnologia e se associaram aos nossos agricultores para a produção de conservas numa zona de grande produção de tomate. Na minha juventude lembro-me bem da ambição da malta nova que andava a estudar e outros, no verão, queriam todos ir trabalhar para a Fábrica do Tomate! Fechou há anos. O Clube dos Agricultores, um edifício lindíssimo também está abandonado.
Os poucos restaurantes vão fechando e abrindo! O Poiso do Besouro, a que me habituei a ir com os meus pais, um espaço típico bem decorado com motivos Ribatejanos e tauromáquicos onde se comia comida do Ribatejo não resistiu e também fechou! Que eu conheça restam poucos. Havia também um espaço muito engraçado ao lado da Igreja de São Pedro onde no verão se comiam uns petiscos, claro que também fechou há anos!
Por milagre este espaço com esplanada, voltou a abrir há pouco tempo como restaurante e casa de petiscos. O Trinc’aqui de uma senhora que nasceu em Angola e cozinha uma série de petiscos e pratos do dia! O espaço está renovado com um atendimento muito eficaz e simpático. Parece-me um bom exemplo de inclusão!
Nos pratos do dia tinha sopa de peixe e outra de legumes, costeletas de Mirandela e bife de toiro, como não podia deixar de ser no Ribatejo!
Fomos antes para os petiscos. Assim que nos sentamos vieram com a imperial Estrella Galicia, umas azeitonas pretas carnudas, queijo de cabra, chamuças de carne e vegan, uns croquetes de novilho muito bons, um chouriço bem assado, cogumelos, moelas, camarão flamejado, batas fritas. Tudo muito saboroso!!! Por fim os doces. Da primeira vez um cheesecake, desta vez haviam farófias, um doce que eu adoro, mas, normalmente enfio sempre o barrete, desta vez passei-me! Estavam fabulosas! Com um creme de gemas por cima como os meus pais faziam!!! Adorei! Além disto tudo, a partir do mês que vem, vai começar um ciclo da comida africana, sábado sim, sábado não, Moamba e Cachupa. Boa sorte! Um longo futuro para o novo restaurante Trinc’aqui!!! Por mim vou até lá dar umas trincadelas ??? nos fins de semana que estiver no Ribatejo!

Já agora vale a pena ler um texto sobre a Fábrica de tomate SPALIL escrito por António Matias Coelho!
https://mediotejo.net/spalil-uma-lenda-da-industria-ribatejana-por-antonio-matias-coelho/

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Like
Fechar
© Desenvolvido por Armazém 3. Desenhado por Grafe Publicidade Copyright 2023. All rights reserved.
Fechar