A caminho de S. Tomé e Príncipe

Saímos meia hora atrasados de Lisboa, como gosto muito de andar de avião, para justificar o atraso simpaticamente o piloto explicou que tinha a ver com um pequeno problema técnico. Fiquei esclarecido!

Oito horas depois estávamos em S. Tomé. Fizemos escala em Acra, a capital do Gana numa viagem calma sem história.
Ainda bem!

Aquele bafo de calor que eu estava à espera era mentira, estava uma temperatura muito agradável. Esperamos pelas malas mais de uma hora, já me tinham avisado mas correu tudo bem! Tinha que começar a entrar no espírito “leve-leve”.

Quando entramos no transfer para o hotel, as malas foram para um lado e nós para o outro mas chegou tudo bem! O hotel era bom, o pequeno-almoço também, a água da piscina não é muito quente, as caipirinhas antes de dormir erão óptimas.

O Espaço Cacau em S. Tomé

Tinham-nos dito que às quintas o Espaço Cacau fazia uns jantares especiais. Foi chegar, marcar e ir jantar ao Cacau.

É um espaço multicultural do Chef João Carlos e à quinta-feira faz uns jantares temáticos com buffet de comidas São Tomenses, dança e música ao vivo.

DSCN1180DSCN1181DSCN1200DSCN1199DSCN1191DSCN1194

Tinham uma mesa com as frutas e sumos da terra para provarmos, depois vieram as entradas, depois um Calulu, Molho de Fogo do Príncipe, lombos de Dourada grelhada regada com sumo de Lima e muito mais, tudo isto acompanhado com Matabala, Banana, Mandioca, algumas bolas de massa de banana e mais não sei quantas coisas que não me lembro dos nomes!

DSCN1207DSCN1223DSCN1183

A seguir um grupo de dança e depois música ao vivo.

IMG_6232

Gostei.