Estive em Ayamonte, voltei à casa Romero

129

Sempre que passo uns dias em Vila Real de Santo António dou um saltinho (ou dois, ou três) a Ayamonte, para comer uns belos petiscos. Come-se por lá muito bem.
Desta vez estava com o João e a Mica. Resolvi matar saudades de umas Gambas que por lá comia no princípio dos anos 80, na casa Romero. Era uma loucura! Feitas numas panelas tipo de pressão, a cozer Camarão com fratura.
Num lado do Restaurante preparavam as Gambas, que comprávamos num saco de plástico. Do outro lado, numas mesas sem pratos, comiam-se as Gambas. As cascas ficavam em cima da mesa. A acompanhar, a imperial era servida em jarros.
As minhas lembranças de há mais de 30 anos eram de uma casa cheia, com muita gente a devorar Gambas como se não houvesse amanhã. Continua tudo igual, menos o ambiente que agora é desolador. Já era fim de tarde, faltava só uma hora para fechar e nós éramos os únicos clientes sentados à mesa.
As Canilhas estavam boas, as Gambas estavam razoáveis. Voltar passados tantos anos a um sítio que tanto gostei, às vezes não dá bom resultado. Se vou voltar um dia? Só se for para mostrar aos meus netos um sítio datado do tempo onde se comia ótimo Marisco de maneira diferente do habitual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Like
Fechar
© Desenvolvido por Armazém 3. Desenhado por Grafe Publicidade Copyright 2021. All rights reserved.
Fechar