A Tasquinha do Carcavelo na Carregueira

img_4915_editado-1 a tasquinha do carcavelo na carregueira - A Tasquinha do Carcavelo na Carregueira

O Carcavelo primeiro foi uma taberna onde os trabalhadores rurais que trabalhavam de sol a sol, antes de pegar ao trabalho, matavam o bicho com um bagacinho.

À noite no regresso a casa paravam para beber uns copos de vinho e conversar. Ao domingo, além dos copos também se jogava às cartas.

Mais tarde num espaço ao lado nasceu um sítio para comer.

O teto era de chapas de zinco, o espaço era pequeno, mas a comida era óptima! Além dos pratos do dia havia sempre lombo de porco assado com batatas fritas. Ia lá muito com os meus pais e o Zé, que comia sempre o lombo assado.

Primeiro era a mãe da Luísa na cozinha, depois a Luísa que agora está mais no café. O filho Luís é quem agora gere o negócio!

Há uns anos fizeram grandes obras, mandaram tudo abaixo e nasceram 3 novos espaços: o restaurante, o café e uma taberna à antiga onde se bebem uns copos e se joga às cartas.

Gosto muito de lá ir, mas raramente lá vou. (Tenho de fazer a comida em casa senão não tenho receitas) Este fim de semana, almocei, jantei, almocei e almocei novamente.

Ao sábado é dia do cozido, muito bom. Desta vez já tinha acabado, e ainda bem! Comi uns rissóis de camarão com arroz de cenoura, estavam óptimos! Os rissóis crocantes acabadinhos de fritar,  o arroz de cenoura solto e molhadinho.

img_4899_editado-1 a tasquinha do carcavelo na carregueira - A Tasquinha do Carcavelo na Carregueira

Ao jantar voltei lá e nem hesitei, lombo, pois claro!

Tinha sido assado à pouco tempo, acompanhado dumas  batatas fritas excepcionais.

img_4907_editado-1 a tasquinha do carcavelo na carregueira - A Tasquinha do Carcavelo na Carregueira

No domingo, imaginem onde fui almoçar? À Luísa, claro!

O restaurante estava cheio, 120 lugares! Decorado pelo Luís com motivos taurinos (o Luís é um aficionado pelas touradas e “pelo Benfica”).  Era uma da tarde e o pessoal do primeiro turno já estava quase todo a beber o café.

Lá nos sentamos, havia muita coisa para comer além do lombo e da carne de porco à alentejana, mas a sair estavam uns chocos guisados com bom aspecto e um bacalhau com broa, que foi o que escolhemos.

O bacalhau assado no forno vinha com montes de broa esfarelada envolvida no azeite e na cebola. A broa estava crocante e nem precisava das batatas a murro.

img_4921 a tasquinha do carcavelo na carregueira - A Tasquinha do Carcavelo na Carregueira

Muito bom! Nestas 3 refeições ouve sempre um elemento em comum: “Pão com Manteiga”, o doce da casa. Muito bem feito e não muito doce, nem quis saber de mais nenhum!

Pois é! Se for ao Ribatejo lá para os lados do Castelo de Almourol, atravesse o Tejo em Constância e vá comer à Carregueira na Tasquinha do Carcavelo, come-se muito bem e com preços muito simpáticos!

Sobremesa Pão com Manteiga

sem-titulo a tasquinha do carcavelo na carregueira - A Tasquinha do Carcavelo na Carregueira