Sopa da pedra

200

A primeira vez que soube da sopa da pedra foi do meu livro de português, se não estou em erro? Da 4.ª classe! Já lá vão uns anos! Lia-se então na história que um velho frade em peregrinação, cheio de fome entrou numa quinta e bateu à porta da casa do agricultor. Apareceu-lhe um lavrador avarento que ao saber da fome do frade lhe disse de imediato não haver nada para comer lá em casa. Aí o frade que era mais esperto que o lavrador contou-lhe o seu segredo.
Uma sopa espetacular, só com uma pedra e uma caneca de água. O miserável do lavrador logo ficou muito interessado numa sopa tão económica E lá foi buscar um caldeirão para que o Frade lhe fizesse a dita sopa. O Frade tirou a pedra do saco, deitou-a com a água no fundo do caldeirão, e pôs ao lume com o lavrador cada vez mais curioso, sem sair da beira do frade! Então o frade lembrou-se que um gordurinha na água não ficava nada mal, depois o feijão ainda ficava melhor! O lavrador lá ia arranjando os ingredientes cada vez mais curioso. Depois vieram as carnes, os chouriços, as cebolas, os alhos e os temperos!!! O lavrador cada vez mais entusiasmado comeu a sopa que nem um lambão na companhia do frade.
Este depois de matar a fome guardou a pedra e só não levou sopa para o caminho porque na altura não haviam aquelas caixinhas de metal para levar o que sobrou da sopa!?
Costuma-se dizer, que com bolos se enganam os tolos, mas neste caso bastou a sopa!!!???
Eu faço as minhas sopas da pedra umas com carnes, outros sem elas, completamente vegetarianas! Quando não me apetece fazer a sopa, vou ao restaurante o Toucinho. A melhor sopa de Almeirim (digo eu) acompanhada de umas caralhotas.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Like
Fechar
© Desenvolvido por Armazém 3. Desenhado por Grafe Publicidade Copyright 2023. All rights reserved.
Fechar