A Cláudia, é de Guimarães, mas está a viver em Lisboa à uma serie de anos, e ainda tem algumas dúvidas em relação a algumas palavras Norte/Sul, e ao seu significado. Desta vez lembrou-se do pastelão que a mãe fazia e queria saber se no Sul também empregamos este nome, e se é a mesma coisa.
Lembrei-me que a minha mãe e a minha sogra, também faziam pastelões com os mesmos ingredientes mas normalmente com restos de peixe ou de carne, e que palavra pastelão tinha dois significados (pelo menos), um era de alguém muito lento, que para levantar um pé tinha de pedir licença ao outro, panhonha, no Ribatejo: pancona.
O segundo e neste caso o que interessa, é o pastelão feito com ovos, farinha, cebola e salsa, pela lembrança da Cláudia. Era uma comida muito simples, fácil e barata, em minha casa já não me lembro se levava farinha?

  • 4 ovos
  • 1 colher de sopa bem cheia de farinha de trigo
  • 1 cebola grande, muito picadinha
  • Salsa picada
  • Sal
  • Azeite para fritar

untitled

Bata bem os ovos com a farinha, junte-lhes a cebola, o alho, a salsa, o sal e a noz de moscada, misture bem e numa frigideira anti-aderente com azeite no fundo.

1

 

Leve ao lume, e quando o azeite estiver quente, despeje o futuro pastelão, deixe fritar bem, tape com uma tampa para também ir cozendo por cima, quando estiver cozido por cima vire-o com a ajuda da tampa e deixe fritar do outro lado.

2
Fica óptimo quando fica um pouco cru por dentro, mas aí tem de o virar com cuidado para não escangalhar muito.

4

Coma com uma boa salada de tomate com cebola e oregãos.