Caldeirada do Zé Avelar, com muita paciência

28

Andei a ver no dicionário a palavra caldeirada e, entre os vários significados que tem, um para mim é óbvio, que é um cozinhado feito num caldeiro. O outro significado é uma misturada, este para mim faz mais sentido, uma mistura de vários peixes. Aprendi a fazer caldeirada com o meu sogro, a dele era conhecida como a Caldeirada do Zé Avelar e tinha uma diferença! Ele tinha muita paciência e todo o tempo do mundo, por isso cozinhava-a com o lume muito baixo e demorava sempre bastante tempo, a minha é igual nos ingredientes e na maneira de temperar mas com o lume alto em metade do tempo.

Há muitas maneiras de fazer e temperar as caldeiradas, eu aprendi da maneira mais simples e mais saborosa, o segredo está nos ingredientes que têm de ser muito frescos e, tanto pode ser um prato muito caro, como, muito barato, mais batatas, menos peixe, ou pode até ser feito só com sardinhas.

Caldeirada do Zé Avelar (para seis pessoas)

Num tacho ponha por camadas a cebola, o tomate, o louro, as batatas, a cebola, o tomate, o louro, o peixe repetir novamente até acabar, em cima ponha um ramo grande de coentros e outro de hortelã.
Tempere com o azeite, vinho branco e água.

DSCN2660
Leve ao lume até as batatas estarem cozidas. Se lhe apetecer ponha uma fatia de pão no prato antes de pôr a caldeirada. Fica óptima, acompanhe com um bom vinho branco.

Caldeirada do Zé Avelar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Like
Fechar
© Desenvolvido por Armazém 3. Desenhado por Grafe Publicidade Copyright 2021. All rights reserved.
Fechar