Lá na terra chamam-lhes Murtinhos, cá para mim acho que são Mirtilos, mas como estes, é a Eulália que os apanha na charneca e são mais miudinhos que os de compra, fico sempre na dúvida. Dão para fazer um Licor de Murtinho que é de ir às lágrimas.

8E6B1393

Vai daí a Eulália, além de os apanhar, deitou-os num frasco de vidro tapados com bagaço e lá estiveram durante um mês. Cá para mim deviam estar mais tempo, mas como sou apressado, peguei numa varinha e desfiz tudo junto com a aguardente. A seguir passei tudo por um pano num passador três vezes.
Depois, fiz uma calda com 2/3 do peso em açúcar e o mesmo volume de água que do sumo dos murtinhos com a aguardente.

Levei ao lume com 2 piripiris e, quando a calda começou a cair em fio da colher de pau, tirei os piripiris e juntei ao sumo dos murtinhos com a aguardente.
Provei logo, ainda quente, estava uma maravilha, mas ainda um pouco turva das pressas.  Deitei numa garrafa e 15 dias depois voltei a passa-la por um pano e engarrafei-a num frasco bonito.

Licor de Murtinho